Projeto "Redação em foco"

Aluna: Letícia Tavares
Professora Responsável: Patrícia Almeida
Turma: 9º Ano - 04 - Ensino Fundamental

Título: Vinte de maio

Sexta-feira. Vinte de maio. As aulas da faculdade terminaram, isto fez com que milhares de alunos se amontoassem aos arredores do campus, o que incomodou bastante Gabriela. A garota estava apressada para chegar logo em casa, mas com todo o tumulto que estava ocorrendo, seria difícil. O telefone toca. Gabriela agradece internamente por não ter saído logo do campus, pois se estivesse na rua, já saberia o trágico final que seu telefone poderia ter.

— Alô, filha.
— Oi, mãe.

— Você já saiu?

— Não, por quê?
— Ah, é que eu achei que você já estava no caminho do cemitério...

Gabriela desligou o telefone. Retirou o carro do estacionamento e saiu às pressas. Como pôde ser tão imbecil e esquecer de visitar o túmulo de Rafael? Era vinte de maio, não poderia esquecer, não devia.

Vinte de maio. Ano de 2012.

— Rafael? Onde você está? — Gabriela ligou.
— Estou saindo do teatro. Minha irmã terminou com sua apresentação.

— Por que você está demorando tanto pra chegar em casa? É perigoso! Já vai dar meia-noite! — gritou, preocupada.

— Eu, simplesmente, não sabia que a apresentação dela iria ser uma das últimas. Fica calma, eu já estou chegando.

— Rafael, você está usando o telefone no carro? — Gabriela perguntou, e sua resposta foi o silêncio do outro lado da linha. — Toma cuidado, meu amor.

Desligou o telefone e esperou Rafael chegar em casa. Ela só não sabia de uma coisa: Rafael não iria mais voltar após a fatídica ligação.

Estacionou o carro, tirou o cinto e saiu correndo para ir ao túmulo de Rafael. Lá, encontrou os pais de seu falecido namorado e a sua mãe.

— Desculpa não trazer flores. Eu saí correndo para ver você. — sorriu, falando ao túmulo.